29 de abril de 2010

Temos um Ministério da Educação simplex : Os alunos, por si mesmos, podem se auto-orientar e descobrir as regras ;) Que bom!

Não estará tudo, muito, bem preparado para ninguém aprender nada? Não estará a Escola Pública a ser, apenas, uma incubadora de futuros ordenados mínimos?

Os pais continuem a não exigir regras, exigência nos programas e exames que os Chico-Espertos deste país, até ficam contentes. Poupam agora e, no futuro têm "escravos" baratos.

(não pensem que isto não se passa cá porque há igual em todo o lado onde não houver disciplina e por cá, está ideologicamente proibida )

12 comentários:

  1. Se asssim não fosse para onde nos levariam as estatísticas ?... Assim, sempre vamos fazendo uns brilharetezinhos na "ausência de reprovações = bom ensino" ! ;))

    Gostei dessa de "a disciplina por cá está ideologicamente proibida" rsrsrs
    Ai de quem se meter com os coitadinhos dos meninos, tão bem comportados, ou julgam que ainda estamos no "fascismo" ? !!!...
    .

    ResponderEliminar
  2. Eu também sei que tudo isto é premeditado!
    Dá jeito ter burros para carregar!
    PUXA! Isto hoje está a doer! x-(

    ResponderEliminar
  3. Rui da Bica
    Mas por cá a "disciplina" é mesmo uma "ideologia de ensino em que os alunos é que devem descobrir as regras e estas nunca devem ser impostas", eu não inventei nada, está escrito para ser cumprida pelos professores :D

    ResponderEliminar

  4. Comecei com o palhaço que foi uma doçura e depois... lol

    ResponderEliminar
  5. Fê-blue bird
    Como ela sabe :t
    "Exactement" como diria Sarcosi lol

    ResponderEliminar
  6. Pois há muito tempo que está em marcha a desvalorização da educação.
    O que dizer de uma classe empresarial com pouca instrução...eu tenho a 4ª classe e ganho mais que um doutor?...

    ResponderEliminar
  7. luis tavares
    É preciso ir batalhando para ver se são os pais a exigir uma outra forma de ensino. Eles estão a ser enganados e nem vêem.
    E claro que com essa classe empresarial que falas é o suficiente para o país não progredir e depois, admiram-se da economia estar como está.
    E nós até sabemos como funcionam esses grandes empresários :-*

    ResponderEliminar
  8. Isa,
    Reconheci já que sou eu o culpado pela morte lenta da nossa economia. O seu post deixa-me com a interrogação: Serei eu também culpado do estado a que chegou a Educação? Talvez, mas antes de reconhecer a culpa, vou averiguar o que fizeram todos os ministros, a começar por aquele que enveredou pelo ensino unificado na mira de que todos os putos iriam ser doutores...

    ResponderEliminar
  9. Rogério Pereira
    Isso foi um dos 1ºs erros, ter acabado com o ensino técnico. Mas a indisciplina está, urgentemente, a precisar de solução. Depois são precisos exames e chumbos, não de estatísticas.

    ResponderEliminar
  10. Carlos Barbosa de Oliveira
    Desgraçadamente será mais um desperdício deste país, é a mesma coisa que deitar dinheiro pela janela fora :-o

    ResponderEliminar