2 de julho de 2010

Não sei o que pensam da Frase da nossa Ministra mas, a mim, apeteceu-me logo... fazer sopa ;)

"Deixo um grande apelo às crianças e às famílias que, aproveitando a contenção que é preciso fazer, para fazerem sopa em casa"
Ana Jorge



E se ela fosse enfiar a cabeça, numa malga de sopa????????

18 comentários:

  1. Se ela fosse chouriça até comia o teu caldo verde.

    ResponderEliminar
  2. Marota

    Os safados aumentaram, a água, o gás, as batatas, os legumes,... enquanto eles continuam a comprar automóveis (semana passada) e continuam sem reduzir despesa onde deviam, mandam-nos fazer sopa, mas a senhora nem sequer deve saber quanto custa, hoje em dia, fazer uma panela de sopa que não seja só água com batatas :(

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Vou te contar... como diz Garfield: TAQUEOSPARIU! :-o E nem com a cabeça da "senhora" metida no caldeirão, fazia uma sopa dessas... Prefiro passar a pão e água, pelo menos teria a certeza que não morreria envenenada pela hipocrisia! ]:)
    Beijuuss n.c.

    www.toforatodentro.blogspot.com

    ResponderEliminar
  4. Observador

    Eu faço sopa, mas ela fala em contenção e sopa, vê-se logo que nem sequer sabe quanto custa, uma sopa com legumes como deve ser, custa mais que duas costeletas de porco manhosas, se os legumes estavam caros, mais caros vão ficar, mais azeite, água, gás,... aumentaram tudo o que é necessário para fazer a dita sopa.
    Para não falar em legumes biológicos os que tento usar, porque há certos legumes que nem para gado servem e não são tão baratos quanto isso.
    Depois num período destes, em que tanta gente está desempregada é quase ofensivo o que ela diz, porque o governo ainda na semana passada comprou mais carros novos topo de gama.
    Francamente, ela na sua vidinha sem sacrifícios, mais valia estar calada do que falar em contenção para os outros.

    Bjos

    ResponderEliminar
  5. Regina Rosenbaum

    Mas neste país anda o cúmulo da hipocrisia, aumentaram o IVA das coisas básicas, IRC, imposto sobre os juros das poupanças,... estamos a entrar no suga tudo e eles nada de contenção e, ainda na semana passada, a comprarem carros topo de gama, darem prémios indevidos a gestores públicos, com o nosso dinheiro e a lata, de nos mandar comer sopa, de uma maneira que até parece que uma alimentação saudável não inclui peixe, carne, fruta,...
    Esta gente está a precisar de ser fervida =(

    Bjos

    ResponderEliminar
  6. Quando é que as pessoas se convencem de que a democracia acabou em portugal. Estes senhores deveriam ter a coragem de continuar com as conversas em família à Marcelo Caetano. Podia ser que algum deles nos lembrasse aquilo que o professor M. C. disse. ACABOU-SE O TEMPO DAS VACAS GORDAS...
    E como são pulgas do mesmo cão...

    ResponderEliminar
  7. Teófilo Silva

    Esta gente só faz bodega e já nem sabe o que diz.

    Bjos

    ResponderEliminar
  8. Até parece que as criancinhas só se alimentam de sopa!...e se calhar daquela que leva farinha para engrossar!
    Não percebo nada de politica nem nada de nada,mas parece-me que há qualquer coisa que não anda a jogar bem......

    ResponderEliminar
  9. Helena Oliveira

    Já nem é preciso perceber de política para ver que há muita coisa a não bater certo, porque se nos pedem contenção, que raio andam eles a fazer :-|

    Bjos

    ResponderEliminar
  10. Na minha opinião, independentemente de tudo, foi uma das coisas mais acertadas que ela disse até hoje.
    Uma boa sopa, pelo menos uma vez por dia, é um alimento excepcional !
    .

    ResponderEliminar
  11. Rui da Bica

    Mas era escusado dar a ideia de que isso é por causa do dinheiro ou seja, nós sabemos muito bem, quem não precisa de fazer a sopa em casa, por estar a viver à nossa custa, usando de pouca transparência e com negócios pouco claros :(

    ResponderEliminar
  12. Parece impossível! É sacrilégio conspurcar assim o Caldo Verde!

    ResponderEliminar
  13. E agora pergunto eu, assim como quem não quer a coisa, pois não é preciso perceber muito de política, para perceber que esta senhora não tem o mínimo de sensibilidade e muito menos tem respeito pelas crianças do seu país, assim como se está nas tintas para as dificuldades que as mesmas possam ter. Mas como ia dizendo... não haverá por aí uma tribo de canibais à antiga, interessada nuns ossinhos para roer acompanhados com feijão ou coisa parecida? É que daqui ela pareceu-me apetitosa do ponto de vista culinário. Sei lá, talvez com um raminho de salsa na boca e uma malgueta no c*, tivesse mais cuidado ao escolher as palavras que usa. Digo eu... não sei.

    Beijocas

    ResponderEliminar
  14. donatien alphonse françois

    Foi só, mais, uma das minhas travessurazinhas :D

    ResponderEliminar
  15. Matilde

    Esta senhora precisa de uma dose de sensibilidade, tens razão, basta olhar que, ela só quer cortar nas despesas erradas, como nos medicamentos dos idosos, urgências,... e manda-nos comer sopa, o que até estaria correcto desde que não falasse em crise e porque será que não se lembrou disso antes e só agora?
    Porque agora, ela sabe que estão a tirar demais e o pior é que, muitos, vão deixar de ter dinheiro... até para a sopa.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  16. Isa, essa é que é essa. Eu tenho mesmo aqui ao lado do local onde trabalho, uma família que tem 5 filhos, todos menores e em idade escolar. Há dias em que a única refeição que fazem é a que comem na escola. Mas por este andar, qualquer dia até isso lhes tiram...
    É realmente triste que se corte no que faz mais falta. Talvez devessem começar pelo frigorífico deles, tenho a certeza que o que deitam fora devido à fartura que não lhes falta, dava para alimentar os meus vizinhos durante uma semana ou mais. Qualquer dia adopto o mais pequeno.

    Cambada de gente sem carácter... e depois eu é que sou loira e futíl, quando eles nem sequer têm neurónios. Ou melhor, eles ter até têm, porque parvos é que não são, porque se fossem, também comiam sopa como nós.

    Beijocas

    ResponderEliminar
  17. Matilde
    Este mundo perdeu-se pelo caminho, os valores mudaram e esta gente, chega ao poder, não por competência, mas seguindo os novos valores, Ter em vez de Ser e neste contexto, solidariedade é coisa que está a ficar... démodé

    Bjos

    ResponderEliminar