8 de novembro de 2010

Estive mais de quatro horas no skype...

... a falar com a filhota... é uma sensação estranha, ela ter ido ver quem estava a tocar à campainha e eu, em tempo real, ficar a olhar pela janela dela... aqui... a 5.700Km de distância.
É claro que já estou habituada a vê-la cozinhar, ver a horta, os cães,... mas dá que pensar... a sorte que se tem, por viver numa época assim... quando a tecnologia passa a ter tanta importância... para matar saudades.
Milhentas cartas não substituiam isto, aliás, cartas são coisas que passaram, para mim, a ser dispensáveis e fico toda contente quando a caixa do correio está vazia porque, agora, as cartas, passaram a ser... só contas para pagar ;)

28 comentários:

  1. Olá Isa bom dia:

    Milhentas cartas não substituiam isto, aliás, cartas são coisas que passaram, para mim, a ser dispensáveis e fico toda contente quando a caixa do correio está vazia porque, agora, as cartas, passaram a ser... só contas para pagar ;)

    ----------------------------------------------
    Bem vamos lá ver uma coisa:

    Há cartas e cartas e, se digo isto é pela seguinte razão.

    Pondo de parte as cartas em que podemos chamar de (as dolorosas - contas a pagar, etc.), aquelas que de outrora ansiosamente se esperava pelo carteiro ou mesmo pelo avião e ainda aquelas que se esperava pelo navio e ao chegarem ás nossas mãos era como do céu viesse uma estrela até nós?

    Ainda guardo no canto do baú aquelas de amor fatal com um cheirinho a perfume e lindas palavras onde o coração tremia ao lê-las tão esfuziante quase comendo o papel.

    Claro que a tecnologia actual nos leva a qualquer parte do mundo num abrir e fechar de olhos mas, uma carta onde a saudade matava saudades, é sempre um tesouro que jamáis se poderá esquecer.

    Outros tempos, outras vias mas, a cada via o seu valor.

    Não acha Isa?:t

    Bjos, bom início de semana, felicidades

    ResponderEliminar
  2. Deve ser uma sensação espectacular, digo eu que nunca vi tal coisa!

    Abraço

    ResponderEliminar
  3. Não sei qual seja a sensação, sou privilegiada tenho o filho perto, mas a tecnologia sem dúvida que nos aproxima.
    Olha eu e tu, aqui!!! :)

    Beijinhos e boa semana

    ResponderEliminar
  4. É uma "ferramenta" extraordinária o Skype !
    Sem ele, calcula-se as saudades redobradas que a distância acarretaria !
    Assim, é "quase" como estar na casa ao lado ! :))
    Como diz aquele anúncio da TV : "Se eu poderia passar sem o Skype ? ... Poder, até podia,...mas não era a mesma coisa ! " :)))
    .

    ResponderEliminar
  5. Apenas há 70 anos atrás uma simples frase escrita numa folha de papel iria demorar, cerca de 3 meses a chegar aos USA...

    ResponderEliminar
  6. Olá, ISA!

    É como que um milagre feito por gente que caminha na terra, este do skype, entre outros meios de comunicação que por ai existem.
    Há algumas décadas, não tantas assim, era preciso ir para uma bicha organizada pela senhora telefonista, e, às vezes, esperar horas para conseguir falar para o estrangeiro...

    Beijinhos.
    Vitor

    ResponderEliminar
  7. Se não fosse por uma boa causa, aagghhrr!!!

    :-o

    ResponderEliminar
  8. Olha o canito salsicha...

    (foi bom, não foi?)

    ResponderEliminar
  9. Que saudades deves ter da tua filhota :(
    Realmente a tecnologia é algo absolutamente fantástico ;) mas depois não ficaste com dores nas costas...4 horas :-o

    beijinhos

    ResponderEliminar
  10. Aqui-Ali-Acolá

    Concordo que as cartas viraram tesouros, mas agora isto da net não tem comparação... mesmo que ela escrevesse que estava bem... isto de a ver olhos nos olhos... fico com mais certezas ;)
    Antigamente era diferente ou melhor... era o que havia :-]

    Bjos

    ResponderEliminar
  11. Rosa dos Ventos

    É tipo estares sentada frente a frente a falar com a pessoa, claro que não se pode dar um beijinho ou uma festinha... mas é muiiiito melhor que ler uma carta.
    Outras vezes ela tem o portátil na cozinha e lá vamos falando da receita... a tantos Kms de distância... para mim é mesmo uma sorte haver a tecnologia.
    Se não houvesse... não havia, mas seria mais doloroso.

    Bjos

    ResponderEliminar
  12. MagyMay

    Mas é formidável ela ir mostrar-me isto ou aquilo e em tempo real, não algo que aconteceu há uma semana e o melhor...é que estas chamadas via skype não acrescentam custos à mensalidade da net... e gosto tanto de a ver e ouvir :D

    Tem graça que ao meu genro...é raro vê-lo... levou-me a filha para os confins do mundo... lol

    Bjos

    ResponderEliminar
  13. Rui da Bica

    Aí tem toda a razão... não era nada a mesma coisa, era um pesadelo. Quando ela foi para a América nos primeiros meses nunca desligava o computador... parecia que se desligasse ainda sentia mais a distância.
    Mas como lhe posso mandar mensagens para o telemóvel, também via net... acalmei mais um bocadinho lol
    Bom... e se ela não tivesse ido...se calhar não estava aqui a blogar :D

    Bjos

    ResponderEliminar
  14. polittikus

    Se calhar ainda ia demorar mais porque ela está mesmo no centro dos USA, da beirinha da América até lá... é mais um avião com mais de duas horas de vôo. Aquela terra é enorme.

    ResponderEliminar
  15. Vitor Chuva

    No meio do "azar" de a ter tão longe ;) por outro lado, sei que sou uma sortuda por viver nesta época :D

    Bjos

    ResponderEliminar
  16. Observador

    É mesmo por uma boa causa... 4 horas bem passadas :D

    Bjos

    ResponderEliminar
  17. Rogério Pereira

    Se foi...

    Tivemos que desligar... ela tinha que ir fazer o almoço e eu o jantar lol

    Bjos

    ResponderEliminar
  18. Fê-blue bird

    Claro que custa, no Natal passo-o com o skype sempre aberto e claro, que não é a mesma coisa, mas nem consigo imaginar sem a net. O tempo passa depressa, vira... meses... anos e nem sei, se,nem quando ela poderá cá vir, sem net dava em doida e ela diz que lhe sabe bem falar português, porque o marido não fala absolutamente nada em português.

    Quanto às dores nas costas, nestas alturas, nem me lembro disso lol

    Bjos

    ResponderEliminar
  19. Eu ainda escrevo postais com panoramas das minhas viagens, mas - tens razão - a actual tecnologia é uma maravilha!!

    AS leytras de verificação deveriam ser proibidas, simplesmente , por uma série de motivos, concordo.

    Um beijo,

    ResponderEliminar
  20. São

    E, realmente, em certas situações, como na minha, passou a ser imprescindível, aliás foi a razão que me trouxe para a net.

    Quanto às letras... são para perder tempo :D

    Bjos

    ResponderEliminar
  21. É só por estas coisas que eu gosto da tecnologia.

    Beijo

    ResponderEliminar
  22. Sei bem do que fala Isa para mim foi a melhor invesão de sempre, quando estou lá sinto-me bem pertinho dos que estão cá, consigo acompanhar tudo, o cantar os parabens em directo, os trabalhos de casa da afilhada, o crescimento do sobrinho mais pequenino... maravilhoso, e agora estando cá é namorar, é ver se o marido se alimenta bem, e fazer-lhe companhia enquanto almoça, é acompanhar o trabalho daqui...
    beijinhos e muitas horas de Skype

    ResponderEliminar
  23. Nada substitui a magia que uma carta (de amor, por exemplo) tinha no passado. Tudo tem o seu tempo mas as cartas são insubstituíveis.

    ResponderEliminar
  24. acácia rubra

    A tecnologia, como tudo, pode ser usada para coisas boas e más, mas penso que a parte boa compensa, em muito, as coisas negativas... eu que o diga ;)

    Bjos

    ResponderEliminar
  25. na america profunda

    Realmente tu serás a pessoa que melhor poderá compreender a preciosidade que é o skype e imagina, não haver a possibilidade de ela vir cá... o tempo que vai passando e não haver skype... era mesmo um pesadelo.

    Bjos

    ResponderEliminar
  26. Alberto João

    Um Doce... para mim, é o skype... mais doce... era impossível :D

    Bjos

    ResponderEliminar
  27. ELEMENTO MUSICAL

    Tudo tem o seu tempo, as cartas até podiam ser boas, mas mudar de hábitos faz parte da vida e, neste caso, o skype... é muito melhor.
    Não há nada como... ouvir a voz e, olhos nos olhos... ter a certeza que tudo está, mesmo, bem.

    Bjos

    ResponderEliminar