26 de novembro de 2010

O que, realmente, somos... é o que fazemos com isto... tudo o resto, são acessórios

10 comentários:

  1. Observador

    Suponho que tem um e que, ainda, não deixou ninguém comê-lo lol

    ResponderEliminar
  2. Sabe que "antigamente" dizia-se que fazia muito bem à saúde comer "essa coisa", não sei de que animais ?
    Só de pensar nisso dá-me ainda hoje vontade de vomitar, lembrar-me daqueles que realmente comi em miúdo !!! x-(

    :(((
    .

    ResponderEliminar
  3. Rui da Bica

    Espero... que, por engano, não tenha comido nenhum destes lol

    Bjos

    ResponderEliminar
  4. Eu também comi alguns quando era muido. Ainda hoje tenho saúdades desse pitéu confeccionado pela minha falecida mãe. Mas não era por ser bom ou mau para o cérebro, que minha mãe os preparava. Era mesmo pelo petisco! Às vezes fico pensando, se o homem do talho, não teria vendido alguns de burro, pois em certas alturas faço cada burrice...
    Na imagem em cima, mostra o computador humano, acompanhado da disquete de arranque!
    Desejo-lhe um óptimo fim de semana.

    ResponderEliminar
  5. Teófilo Silva

    A mim, bem me diziam para fazer miolos para a filha quando era pequena dizendo que lhe faziam muito bem, mas nunca consegui, só de olhar para eles no talho.... arrepiava-me... para não dizer outra coisa ;)

    Bom Fim de Semana
    Bjos

    ResponderEliminar
  6. Olha!
    Que belo e bem decorado
    Eu sei a este o que faria
    Claro!
    Uma Rogériografia...
    (não sei porquê mas pressinto que este cérebro é conhecido, será que a Srª Silva sabe do cérebro do marido?)

    ResponderEliminar
  7. Rogério Pereira

    Mas, desde o tempo em que subia os coqueiros... ele tinha um? lol lol

    Bjos

    ResponderEliminar
  8. À fé, também prefiro a razão...
    Quanto às emoções, a sua condução também lá está...
    E o que é óptimo!
    Bjs

    ResponderEliminar
  9. JPD

    Está lá tudinho ou... nadinha ;)

    Bjos

    ResponderEliminar