18 de janeiro de 2011

Pensamentos de um grão de areia... em tempo de eleições ;)

Ser grão de areia não é fácil, suportamos o sol implacável, as rajadas de vento, as vagas fortes dos Invernos mais rigorosos e, apesar disso, só pedimos que não nos encham de lixo e que tenham cuidado ao pisar.
De vez em quando, dão-nos a escolher o responsável pela praia e aí, admito que temos acabado por ser enganados, a sujeira tem aumentado de dia para dia, até peixes podres invadiram a praia...
Alguns grãos de areia não notaram porque ainda não levaram com uma lata vazia, um saco de plástico, uma casca de banana ou, talvez, por estarem um pouco mais afastados, distraídos com o murmúrio das ondas, não lhes chegou um fétido cheiro a podre.
Mais uma vez, chegou a hora dos grãos de areia dizerem se, estão ou não, satisfeitos.
Nestas raríssimas alturas, lembram-se de nós, há música e fanfarras, iluminações nocturnas, mas este grãozinho que já sobreviveu a muitas estações do ano, a muitas trovoadas e vendavais... desconfia do último zelador... em vez de limpar a praia, escondeu no meio das rochas todos os peixes mortos e, já deu para ver que tem muitos amigos mas, muitos deles, demasiado pesados para lhes aguentarmos as brutas pisadelas.
Hoje a brisa trouxe-me um antigo pedaço de papel que relembra quantos grãozinhos se absteram e não foi solução porque alguém vai acabar por mandar nesta praia e, não é complicado, basta saber... quem não escolher.
Uma coisa é certa, se a praia já não anda limpa, o pior ainda está para vir... entre os sussurros do vento e os murmúrios das ondas, já ouço os sons do bulldozer... cuidado... que a praia estás prestes a transformar-se... em mais quintas da coelha e as lindas gaivotas, passarão a ser, definitivamente,... de ferro e cimento ;)

20 comentários:

  1. O importante é não nos deixar-mos ir com a maré...

    ResponderEliminar
  2. madeinPortugal560

    Pensando bem, muitos já desistiram e foram com a maré... para outras praias... esta aqui, está a ficar, verdadeiramente, tóxica

    Bjos

    ResponderEliminar
  3. "entre os sussurros do vento e os murmúrios das ondas, já ouço os sons do bulldozer... "

    (e diz esta mulher que não lhe dá poesia)

    Vá vamos lá votar... Pensar noutra maresia!

    ResponderEliminar
  4. Eu não desisto.
    Não há maré que me leve.
    E quando sinto alguns grãos de areia, sacudo.

    ;)

    ResponderEliminar
  5. Rogério Pereira

    Votar pode crer que estou lá caída... mas imagina o que é ganhar o Cavaco, a seguir vem o Coelho, põem o monarca a furar a Constituição... nós que já andamos por aqui faz um tempão ;) já imaginou o pesadelo?
    Eu já x-(

    Bjos

    ResponderEliminar
  6. Observador

    ... agora me lembro de uma sacudidela que levei de uma toalha de praia... finalmente, sei de quem era lol lol

    Bjos

    ResponderEliminar
  7. Isa:
    Parabéns! Um texto muito poético ;)com uma mensagem muito contundente e certeira. Acho que os óculos novos deram-te outra inspiração lol lol
    Continua :t

    Beijinhos de outro grão de areia

    ResponderEliminar
  8. Fê-blue bird

    Acho que vou guardar os óculos novos... começo a ver demais e não estou a gostar do que vejo :D

    As eleições merecem... umas palavrinhas mais longas ;)
    Só para ficar com a consciência tranquila... de que avisei :-*

    Bjos

    ResponderEliminar
  9. donatien alphonse françois

    Já agora, bastava uma mão cheia de areia no depósito... acabava de vez com o motor :D

    Bjos

    ResponderEliminar
  10. Um grãozinho de areia com pedra no sapo.
    Incomoda e não dá para andar direito!

    Beijinho (e grata), Isa

    ResponderEliminar
  11. É verdade que muito boa gente se desleixa na praia cuidando -- Num descaramento execrável! -- que o mar destruirá tudo, conspurcando praias dessa maneira.
    P*obre gente.
    Excelente edição ISA.
    Bjs

    ResponderEliminar
  12. Isa.

    Agradeço-lhe a boa vontade.
    Desejo, sinseramente, que o 2011 traga muita saúde, equilíbrio, prosperidade a você e a todos os seus.

    Grande abraço.

    ResponderEliminar
  13. Os grãos de areia estão a escapar-se por entre as mãos dos políticos oreocupados com o umbigo deles próprios. A democracia está em perigo grande. Cavaco irá quase de certeza ganhar à primeira volta. A esquerda não tem um candidato à altura, mas será que vai conseguir bater a abstenção. Ns últimas eleições que eu me lembre foi ela que ganhou. Isto é bom ??? :(((

    ResponderEliminar
  14. Olá, ISA!

    Este texto, para os mais distraídos, até poderá parecer o anúncio da chegada do apocalipse, por antecipação ao ano 2012 - mas acho que não irá ser assim tão mau... É claro que o peixe graúdo vai querer continuar a comer o mais miúdo...e o pior é que este não sabe em que toca se enfiar, para lhe escapar.Eu acho, sinceramente, que isto já não vai lá com peixinhos bem comportados...

    beijinhos, boa semana!
    Vitor

    ResponderEliminar
  15. Ricardo Santos

    A abstenção é péssima, como se vê pelos números, Cavaco não ganhou mas sim a abstenção, no entanto, depois de pôr as percentagens até parece que não houve abstenções.

    Bjos

    ResponderEliminar
  16. vitorchuvashortstories

    Quando vejo que Cavaco comprou casa, a um grande da SLN, um caldeirão onde estava o BPN, pertinho de outras casas de tubarões, teve lucros em acções, de certeza, com o acordo dessa gente, deixando Cavaco como um gato de rabo preso.
    Hoje desconfio... que vamos pagar os roubos feitos naquele Banco por causa disso, senão deixavam-no cair como ao BPP.
    É um bom começo de apocalipse, agora dinheiro não há, quem pensa que vai pagar? Principalmente se juntarmos Cavaco mais PSD, os portugueses nem sabem onde se vão meter... só se realmente o povo está todo doido e até gosta de viver em Ditadura.
    Cada vez percebo menos os portugueses, mas quem sabe se gostam de sofrer... para ter razões e motes... para cantar o fado :D

    Bjos

    ResponderEliminar
  17. MagyMay

    Gosto imenso de te ver por aqui, força rapariga que o tempo não está para nos irmos abaixo, mas confesso... às vezes, também me apetece desligar os botões...
    Odeio isto de ter meio século e uns pozinhos :D... passamos a odiar... o acabar por ter razão e não ter podido fazer nada...

    Bjos

    ResponderEliminar