16 de junho de 2012

Num quintal da América ;)












Fotos tiradas pela filhota :)
E ainda se devem lembrar dos...

41 comentários:

  1. Que fotos fantásticas! E os pássaros... Como gostaria de fotografar estes passarinhos tão lindos!
    A tua filhota é uma ótima fotógrafa! Gosto de ver quintais americanos. : )
    Abraço

    ResponderEliminar
  2. Catarina

    E ela está bem no interior da América... para ver o mar, no mínimo são 2,5 horas de avião :D

    Bjos

    ResponderEliminar
  3. Um quintal muy guapo, verdadeiramente.

    Normalmente a imagem típica dum quintal na América é um relvado, somente.

    ResponderEliminar
  4. Bonita colecção, mas a minha preferida é a do pássaro azul.Ou não fosse essa cor a da minha eleição, rrss

    Fica bem

    ResponderEliminar
  5. Zé da Trouxa

    Estamos no interior da América... até podias ir caçar veado para o jantar :D se não fosses vegetariano lol

    Bjos

    ResponderEliminar
  6. São

    Hoje só pus estas fotos, mas há mais passarinhos e tenho a impressão que azuis até há mais variantes.

    Bjos

    ResponderEliminar
  7. Fui apanhada :D

    Eu sabia que havia alguém a fotografar-me ;)

    Beijinhos e bom fim de semana

    ResponderEliminar
  8. Fê-blue bird

    ... e até estás com um ar muito desconfiado lol

    Bjos

    ResponderEliminar
  9. Isto não é um quintal é um simpático mini-jardim zoológico! xD

    Abraço

    ResponderEliminar
  10. Rosa dos Ventos

    ... e ainda há os esquilos, os veados, as topeiras... gosto de bichos... mas não tantos ao mesmo tempo :D

    Bjos

    ResponderEliminar
  11. luisa

    ... tirando as cobras e as aranhas... concordo com o Great :D

    Bjos

    ResponderEliminar
  12. Se essa América fosse mais perto
    Levava lá o meu neto
    (ainda assim, se não leva a mal,
    vou-lhe mostrar "seu" quintal)

    ResponderEliminar
  13. Rogério Pereira

    Se fosse mais perto, acho que acabava por estar mais tempo lá do que cá... estou fartinha do cá ;)

    E esse seu rimar
    está cada vez melhor
    ao contrário do meu
    que está cada vez pior :D

    Bjos

    ResponderEliminar
  14. As fotos estão lindas!
    Nos jardins britânicos é vulgar verem-se coelhos, esquilos, patos, gansos, em pleno convívio com o bicho homem. E nas "Américas" deve ser parecido (pelo menos a Língua).
    :)

    ResponderEliminar
  15. Rui Pascoal

    Parecido mas sempre numa escala maior... muito fácil para um ser humano se perder, pois felizmente, ainda há território só para os animais viverem.

    Bjos

    ResponderEliminar
  16. quem és, que fazes aqui?

    Há muitos, mas os "ursos" e os "bichos" mais perigosos, vivem amontoados nas cidades ;) :D

    Bjos

    ResponderEliminar
  17. Mas que categoria de instantâneos!

    É preciso paciência, muita concentração e um grande amor pela Natureza!

    Gostei mesmo.

    Bj

    ResponderEliminar
  18. Isa,
    Tenho estado muito ausente mas esta visita foi bem agradável com estas magnificas fotografias nas Américas=D
    Beijo grande;)

    ResponderEliminar
  19. Grande fotógrafa! Belas imagens! A Natureza no seu melhor!:t

    ResponderEliminar
  20. Esperando que tudo esteja bem contigo, te deixo um abraço com votos de boa semana.

    ResponderEliminar
  21. Olá Isa ! :)) Finalmente esta visita, pelos vistos um pouco "fora de tempo", mas porque só agora me foi possível !

    Um beijo, muito grato ! :))
    .

    ResponderEliminar
  22. Mar Arável

    Enquanto no nosso "quintalinho" se "sufoca", a América é suficientemente grande para poder ter muitos cantos e recantos onde ainda se pode respirar... muita gente, muitas ideias, muitos costumes... impossíveis de generalizar... ao contrário da nossa terrinha que não passa de um feudo de banqueiros, políticos e corruptos... num permanente estado de competição, a ver quem nos consegue roubar mais.

    Bjos

    ResponderEliminar
  23. as-nunes

    Suponho que o amor pela natureza... herdou da mãe :D

    Bjos

    ResponderEliminar
  24. Bacouca

    Também tenho andado afastada... desmotivada... adoentada... o estado de espírito afecta a saúde física e para aguentar viver em Portugal é preciso ter uma saúde de ferro :-*

    Bjos

    ResponderEliminar
  25. Rosa Carioca

    A Natureza é mesmo o melhor da vida na Terra... os seres humanos devem ter sido, apenas e só, uma experiência de algum extraterrestre que correu muito mal... devia estar a estudar o resultado de juntar o factor ganância :D

    Bjos

    ResponderEliminar
  26. São

    Isto não anda grande coisa... devia aprender a viver um dia de cada vez e não me preocupar tanto com o dia de amanhã, o que só serve para ficar doente... e, com este meu feitio, não dá para viver em Portugal... porque estou no Verão e já estou a pensar no que vai acontecer no Próximo Orçamento de Estado :-*

    Bjos

    ResponderEliminar
  27. Rui da Bica

    Também tenho andado afastada e só desejo que ande tudo bem consigo, em especial a saúde porque é das coisas que nos faz mais falta.

    E obrigada pela visita que nunca é fora de tempo :D

    Bjos

    ResponderEliminar
  28. Tens que fazer o mesmo que eu: estar quinze dias sem ver televisão nem ler jornais nem revistas...e , depois, manter o maior afastamento possível .

    Um abraço amigo, com saudades

    ResponderEliminar
  29. São

    Tentar até tento, até voltei aos meus velhos hábitos de leitura... mas tem sido difícil porque neste país há sempre notícias que só não fazem mossa no sistema nervoso a quem estiver apático ou morto :D

    Bjos

    ResponderEliminar
  30. Giancarlo

    Anche per voi un caloroso saluto... non so se ho scritto bene ... almeno ci ho provato :D

    Bacio :D

    ResponderEliminar
  31. No quintal do doce ou travessura é que já deve estar tudo cheio de ervas, de tão pouco movimento... ;)

    ResponderEliminar
  32. Lol:

    Temos que fazer um abaixo assinado para ver se este quintal volta a ser cuidado... ;)

    ResponderEliminar
  33. Zé da Trouxa e L.O.L.

    Aqui a horteloa do 3ºandar :D anda muito desanimada e até teria muito para dizer... mas para quê?... porque, com tanta poupança, já nem adianta atirar palavras "ao vento"...
    Se o País vai mal, a Europa vai pior e aquilo que, algures num comentário a um comentário que o L.O.L. é capaz de ainda se lembrar, faz mais ou menos dois anos, que falei sobre 2013 como o pior ano que ainda estaria para vir...

    Quando se deu o 25 de Abril estava a dois meses de fazer 17 anos, portanto, como tenho boa memória, desde o fulaninho que repetia, sem cessar, o "deixem-me trabalhar" até chegar ao dia de hoje, ver destruir um país, ver uns "pés rapados" ficarem podres de ricos não por inteligência ou competência mas com luvas e corrupção... e chegar ao ponto de ficarmos governados por refugo partidário, por "meninos bem" que graças ao 25 de Abril, sem esforço e debaixo das asas dos "padrinhos e amigalhaços" têm sugado este país até ao tutano, em que "luvas" de milhões são colocadas na Suíça e não lhes acontece nada... onde já não há vergonha, ganância e descaramento estão no auge, só faltava vir "um triste" falar em transparência, quando o seu braço direito tirou um diploma assinado pelo seu "irmão de avental"... e o povo ainda fica convencido que andou a viver acima das suas possibilidades :-|... deve ter sido lagosta, faisão, caviar e champanhe todos os dias :-*... ora gota a gota... confesso que estou cheia...
    A última gota foi aquela do... "que se lixem as eleições"... porque o Diabo atentou-me logo o juízo... e veio logo a dúvida ao pensamento porque, se quem governa, se está lixando para as eleições... se calhar... chegam estes 4 anos para vender "o resto dos nossos aneis e, de caminho, as pontas dos nossos dedos" que nos vai "lixar" em grau extremo de sofrimento e... durante Décadas.
    Não vejo luz ao fundo do túnel e, se calhar, qualquer dia, nem em casa...
    Claro que o mal não é nacional pois quando vejo japoneses, um povo tão submisso e calado, dizer que já não confia nos seus representantes parlamentares nem em políticos... este Mundo está mesmo a bater no fundo... mas a culpa é do povo, enquanto ficam entretidos a comer pevides, deixam que lhes comam as papas na cabeça e depois... pagam... com juros... mais caros do que todo o orçamento do Ministério da Saúde...
    A partir daqui, só apetece dizer asneiras... as do costume e tentar criar umas novas...
    Entretanto, vou relendo uns livritos porque comprar uns novos... tá de gesso :D
    A minha presente leitura... Consciência Moral e Agir Comunicativo de Jürgen Habermas...
    Ah... e já agora... preparem-se para o derradeiro impacto porque, até aqui, só alguns entraram no verdadeiro túnel do terror... e isto só vai parar quando chegar a taxa do ar... para poder respirar...

    Bjos

    ResponderEliminar
  34. Olá!

    Ah, Isa, como estou contigo e compreendo perfeitamente esse desespero. Aliás, toda a minha vida tive a noção da podridão do mundo, e agora sei que as coisas não vão melhorar. A época dos feudos está de volta e o que está para vir é uma nova Idade Média. Espantoso, com tanta tecnologia o que as pessoas mais querem fazer é matarem-se por causa da religião e não juntarem-se para modificar o mundo segundo verdadeiras ideologias.

    Como dizia o Fernando Pessoa, existem 3 tipos de pessoas. As que nasceram para mandar, as que nasceram para obedecer, e as que não nasceram nem para uma coisa nem para outra. Eu pertenço ao terceiro grupo e acho que a Isa também, dai o desespero.

    Eu por mim acho significado na Arte e em pouco mais. E sabes que mais, num dia optimista, acho que as pessoas não merecem o meu desespero, só o meu desprezo. Quando vejo o telejornal, penso, que se matem uns aos outros, há pessoas a mais.

    ResponderEliminar
  35. Zé da Trouxa

    Eu pensava (a pensar morreu um burro):D que quando a escolaridade se tornou obrigatória, as coisas iam melhorar, porque, no mínimo, sabendo ler teríamos pessoas mais informadas e, como saber é poder, as coisas nunca mais regrediriam... foi uma ingenuidade da minha parte, pois é fácil embrutecer e dividir (em clubes, em categorias profissionais, raças, religiões, partidos políticos,... até em países ricos e pobres) e, principalmente nunca deixarem as pessoas terem um pouco mais de bem estar ou tempo livre para pensar (não para ser injectado com futebol e conversa fiada), assim será sempre a melhor maneira para que elas nunca passem para um nível superior onde possam controlar, realmente, o seu destino colectivo.
    E... onde há pobreza nunca faltará a religião... claro que dentro das religiões há pessoas cheias de boas intensões mas, como diz o povo, de boas intensões está o Inferno cheio ;)
    Em vez de voltar à Idade Média devíamos voltar à Pré-História, aí as pessoas sabiam que para sobreviver não podiam competir mas tinham que colaborar entre elas e a tarefa de cada um era, apenas, fazer o que cada um sabia fazer melhor... até ao dia em que um espertalhaço... achou que era melhor que os outros e tomou conta da caverna... como a tarefa era grande... delegou o poder de dar ordens e poderem, assim, ter uma desculpa para comer de borla porque aquilo de andar atrás do mamute era muito cansativo lol... assim devem ter nascido os primeiros políticos... da ideia de um preguiçoso espertalhaço ;)

    ResponderEliminar
  36. a mim não pode deixar de me espantar que, com toda a informação à disposição na Internet, o que proliferou não foi a cultura e as ideias estruturadas, mas sim a idiotice e a estupidez.

    A adversidade sempre existiu. Ainda há duas décadas os governos mandavam nas pessoas. Agora são os grupos económicos e acho que nunca a corrupção foi tão descarada e, pior que tudo, a aceitação dessa corrupção.

    Mas olha, quer seja uma caverna, quer seja um parlamento, a humanidade sempre foi a mesma. Haverá sempre só uns poucos dissidentes como nós. Pena não ter força levar tudo à frente. Mas, como dizia alguém, da estupidez até os deuses têm medo.

    ResponderEliminar