26 de julho de 2010

Gosto de sonhar, mas com os pés bem assentes na terra ;)

Expliquem-me como seria Possível manter um SNS sem que todos fossem obrigados a pagá-lo? Se agora dizem não haver dinheiro, que SNS restaria quando os muito ricos passassem a pagar o seu Seguro de Saúde Privado de mais de 1200€/Mês, a classe Média 300/700€ Mês por um Seguro que Nunca Cobre Todas as Doenças, assim, os restantes teriam um SNS para pôr uns pensos rápidos, receber um paracetamol e ficar a morrer a um canto.

Quando a minha filha casou com um americano e foi viver para os EUA, nenhuma Seguradora lhe quis fazer o Seguro de Saúde por causa de uma doença de fígado que, apesar de já não ter sintomas nenhuns, diziam que estava no grupo das doenças crónicas. Obama depois de muita luta contra as poderosas Seguradoras lá conseguiu que eles fossem obrigados a aceitar todos esses casos (isto parece impossível porque mesmo a pagar eles escolhiam quem desse lucro garantido).
É claro que no entretanto, ela teve que ir à urgência de um Hospital, com muitas dores, causadas por uma pedra num rim, essa urgência pelo que me contou foi exactamente como seria por cá num Hospital nacional e com a mesma duração, incluindo uma radiografia, ora, como não tinha Seguro, teve de pagar(*) 7.000 Dólares e afinal, para além do que pagou, qual foi a diferença do atendimento, em relação a uma urgência portuguesa? O Hospital parecia um Hotel de Luxo.
Neste momento, muitos americanos estão sem emprego e se ela, como o tem, poude pagar, como é a vida de quem deixa de o poder pagar?
Tem de se habituar a sofrer e a morrer da doença porque as seguradoras são Empresas e isso significa que servem para dar lucro.
É claro que depois, há as situações mais doidas que possam imaginar, os médicos telefonarem para a seguradora a perguntar se podem fazer determinada cirurgia que é a diferença entre a vida e a morte e a seguradora a responder que não, por não estar englobado no seguro de saúde. Nestes casos é quando as famílias optam pela vida e têm que abrir falência por terem pago do seu bolso o que é imprescindível.
Deixem-se enrolar e depois... Preparem-se para pagar ou sofrer e na pior das hipóteses, se não tiverem mais aneis nos dedos para vender, simplesmente morrer.
O que eu vejo é um PSD a preparar-se para dar mais uns milhões a mamões, as seguradoras não estão nada satisfeifas de só terem tido, por cá, uns Lucros de 240.000€, isso para elas, é para os tremoços.
Ora se o PSD que arranjou agora coragem para imaginar isto, é unicamente, por estar a olhar para os últimos suspiros do cadáver do PS. Se, realmente, quer ralar-se com o problema Dinheiro que OLHE para o caso, do que está a ser dado INDEVIDAMENTE em Reformas, porque há, os que não Trabalharam mais do que 15 anos( se calhar menos) e nem sequer até aos 50 anos e temos(entre muitos) por exemplo o caso de 399 Políticos que estão a receber por pensões Vitalícias 5 MILHÕES DE EUROS - POR SEMESTRE, ora aí, e em muitos outros sítios, seria o que deviam estar a REVER e não começar NOVAMENTE por tentar roubar os que menos têm.
E o coelhinho, não se ponha com palavras bonitas e soluções milagrosas porque muitos de nós podemos ser Remediados ou Pobres, mas ainda não somos todos Parvos ;)
(*)Errata:A minha filha ao ler este post, enviou-me um email para que eu faça uma emenda:No caso desta urgência foram 1.200Dólares, pronto podem ficar "muito mais descansados" é muito menos, assim está muito mais perto dos 2,5€ que pagamos presentemente.
Agora vamos sonhar com o que, ainda, é permitido, sem barretes e custos adicionais ;)

38 comentários:

  1. Em matéria como o SNS acho que os tuggas falam de barriga cheia, temos o sistema possível e mesmo com os seus defeitos é melhor do que o de muitos países mais desenvolvidos...

    ResponderEliminar
  2. madeinportugal560

    Tens toda a razão, nunca os portugueses melhoraram tanto na saúde, a vacinação das crianças,... muitas pequenas coisas que fazem uma Enorme diferença na qualidade de vida.

    Só quero acrescentar um pormenor, as pessoas queixam-se de que, agora, terem de se deslocar mais longe, ora, na América, podes ter que te deslocar muiiito mais, as seguradoras podem não ter contrato com o hospital que está mesmo em frente à casa onde tu moras e assim, teres que fazer Quase 1000Km :-|

    Bjos

    ResponderEliminar
  3. O que o Coelhinho propõe é um SNS para pobres, uma espécie de SNS assistencial, onde as pax sejam tratadas como lixo.
    A proposta não só reflecte uma total insensibilidade social, como representa uma regressão inadmissível.
    O exemplo dos EUA e a descrição que faz do que será a saúde se PPC um dia vier a ser PM, são muito elucidativos e, se pecam por alguma coisa, é por defeito. Passei por situação semelhante à da sua filha quando vivi nos EUA e considero, por isso, que a Lei do Obama significa um progresso enorme. Isso não impediu, no entanto, que fosse muito criticado pelos Republicanos.
    Aqui passa-se a mesma coisa. Já se vêem jornalistas, nos blogs oficiosos de PPC, a defenderem a proposta.
    Em relação ao comentário que deixou no CR a propósito do Dia dos Avós, pode mandar-me o link dos posts que refere?
    Tenho amigas que foram avós aos 34, 35 ou 36 anos e na realidade, vêem os netos mais como filhos, o que considero muito positivo.

    ResponderEliminar
  4. Isa sempre que me falam do sistema de saude americano a primeira coisa que sinto é essencialmente vontade de vomitar. Não cabe na minha definição de ser humano o que por lá se passa e os negócios da seguradoras. Dás-me licença para roubar integralmente o teu post, remetendo depois para aqui. É que eu tenho medo que a maioria das pessoas não estejam bem a ver a aberração que isto é num país como o nosso ( em qualquer um, mas no nosso ainda mais)

    ResponderEliminar
  5. Carlos Barbosa de Oliveira

    A saúde sem o SNS, quem apoia, das duas uma, ou está mesmo tapadinho sobre este assunto por desconhecimento ou está a preparar as garras para segurar e comer alguma coisa com isso.

    Quanto a ser avó, estou mesmo a criá-lo de pequenino, o mais engraçado é que a minha filha me contou este fim de semana que pelos vistos vou ter mais um neto ou neta, desta vez americano ;)
    Quanto ao resto link

    Bjos

    ResponderEliminar
  6. Carlos Barbosa de Oliveira

    Parece que a lincar meti água, vou tentar pô-lo 2ªvez
    link

    ResponderEliminar
  7. Lou Alma

    :t O mínimo que se pode fazer é divulgar e evitar que os portugueses caiam em mais uma Grande Rasteirada e depois... será completamente irreversível :-o

    Bjos

    ResponderEliminar
  8. eu espero bem que o português comum tenha lido este texto! desde que o excelso PPC anda para aí a balir a reforma no SNS que eu ando aa dizer que é o primeiro passo para a elitização de yum serviço vital, a la USA!
    penso que os portugueses não serão tão burros assim, para cair na cantiga... penso...
    beijos**

    novo post em

    http://forcanamaionese.blogspot.com

    ResponderEliminar
  9. Maionese

    Se concordas... divulga porque os portugueses, tão habituados ao seu SNS, mesmo com defeitos, nem sequer imaginam... no que se vão meter :(

    Quanto ao teu novo post já lá estive :t

    Bjos

    ResponderEliminar
  10. Eu também só tenho o SNS. Tem-me valido em muitas situações, a pleno contento. Nunca disse uma palavra contra e suponho que já o disse aqui neste blog. Tenho-o inaltecido e até feito comparações relativamente à maneira como tenho sido atendido e às vantagens sobre o privado (mesmo para além do preço).
    A "batalha" ainda não está perdida. O que está em causa é apenas uma proposta e para alterar a constituição são precisos 2 terços de votos na assembleia !
    Pode ser que tudo isto não passe de "fumaça".
    .

    ResponderEliminar
  11. Isa:
    Este assunto deixa-me x-(
    Já aqui falámos sobre a saúde nos EUA, e tu conheces muito melhor do que eu essa realidade,fazes bem em denunciá-la as vezes que forem necessárias.
    O Coelho ainda só está no início, mas já dá para ver o que ele quer e quem está por trás dele =(

    Os Portugueses que não acordem :(

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  12. Isa,
    É sempre assim...Uns falam de barriga cheia, outros não têm nada para comer e nem têm voz..
    Já incomoda demasiado!
    bjs

    ResponderEliminar
  13. Isa
    A ideia de privatizar a saúde (chamem-lhe o que quiserem mas a verdade é assim) vem de Bagão Félix.
    Se fizermos uma análise ao interesse que este senhor tem nos seguros, perceberemos tudo, preto no branco.
    Estaremos a construir o caminho inverso ao que Barack Obama conseguiu?

    ResponderEliminar
  14. Concordo em pleno. O SNS deve ser uma jóia da coroa a defender até ao último suspiro...
    Que paguem a crise os Jardins, os godinhos, os Roquetes, os Valentis e outros querubins...

    ResponderEliminar
  15. Estava para aqui a" pensar" nestas coisas coisas e surgio-me uma dúvida, se alguém me puder ou souber responder. E os subsistemas? O que é que acontece aos subsistemas? Desaparecem? :-|

    ResponderEliminar
  16. Rui da Bica

    A batalha não está perdida, mas temos que nos manter vigilantes, não vá um dia o PSD crescer demais (por desconhecimento do que ele nos pode fazer) juntar-se ao CDS que gosta muito do Poder e, Portas como raposa velha (para não lhe chamar outra coisa) ;) gosta de se juntar a qualquer um, portanto, como ainda está mais à direita, assim, em qualquer altura podemos "ficar a olhar navios" e de mãos a abanar :D
    Pior - Sem SNS e a comprar mais uns tantos submarinos lol
    Bjos

    ResponderEliminar
  17. Fê-blue bird

    Infelizmente só nos resta divulgar factos e ir tentanto acordar as pessoas, para que elas simplesmente percebam que aquilo que P.C. fala é impossível, portanto, quem é que eles vão, realmente, beneficiar e quem irão tramar?

    Bjos

    ResponderEliminar
  18. Tio do Algarve

    A única estratégia é ir combatendo uma batalha de cada vez e lutar sempre, em 1º lugar, contra quem nos estiver a roubar ou tentar roubar a fatia maior.
    Mesmo que eu queira castigar o PS, prefiro mil vezes votar Bloco de Esquerda ou PC, do que dar o resto do meu sangue a mamões do PSD, o tempo do primitivo PSD já lá vai, agora tem tantos ou mais mamões que o PS, com a desvantagem de andarem mais sequiosos de dinheiro e de PODER e querer servir os amigalhaços que os andam a subsidiar, tal e qual PS. Mesmo sabendo que os outros não são Partidos que, neste momento, cheguem ao poder, controlam os ímpetos de ganância dos outros, para mim será um papel muito importante ;)
    Isto serve para jogar, tal e qual, como eles fazem, com a única arma possível o voto e um bocadinho de esperteza saloia :D
    Fico louca quando nos querem convencer a dar-lhes a maioria absoluta, para isso porque raio saímos da Ditadura?
    Quando as sondagens falam em algum Partido que esteja próximo da maioria, voto logo noutro lol

    Bjos

    ResponderEliminar
  19. Observador
    E isso não deve acontecer Nunca.
    Temos que espalhar e falar com aquelas pessoas que não têm net e só ouvem as baboseiras que eles dizem na TV, abrir-lhes os olhos, pelo menos elas quando forem votar que saibam o que está em risco ;)

    Bjos

    ResponderEliminar
  20. rouxinol de Bernardim

    Ora é isso mesmo, para o comum cidadão português a Educação e o SNS, serão os dois últimos aneis que nos restam, não poderia concordar mais com quem, realmente, deve pagar, todos os que se encheram, não por mérito ou competência, mas como verdadeiras sanguessugas dos tachos pagos por nós.
    Não sei porquê, mas prefiro falar deles como mamões do que sanguessugas, apesar de ir dar ao mesmo lol
    Bjos

    ResponderEliminar
  21. Lou Alma

    Pois isso não querem eles acabar, porque não gostam de igualdades mas de subsistemas.
    O Mal dos Portugueses é esse, quem se sente confortável está-se a marimbar para os outros e isto é... Egoismo Puro.
    Eu odeio subsistemas, excepções às leis, atalhos para espertos,se uma Lei é má acaba-se e se Só é boa para alguns... não presta.
    Agora repara... quando eu fiz o post sobre o mamão da ERSE que se Demitiu e fica a receber 2.400€ por mês é uma excepção à regra e foi uma lei aprovada pelos 20(salvo erro) que fazem parte da própria Administração da ERSE, uma variante à Lei uma excepção e, isto, Definitivamente, faz com que as excepções como estas serão sempre para tramar os demais.
    Cada um pode ter Tudo a que tenha direito, através do seu Trabalho, Propriedade Intelectual, Investimentos,... Mas NUNCA por ter Leis Especiais e Feitas à medida para Indivíduos ou Grupos de Indivíduos.
    Quando se abre uma excepção por exemplo para deficientes ela É BOA, porque qualquer português que lhe aconteça essa desgraça tem um apoio, mas a luta feita, por grupos da sociedade, médicos, enfermeiros, padeiros, professores,... tudo o que queira leis específicas para grupos ...sou contra. A base é todos sabermos que as Leis são iguais e não há uns tantos que têm direito, por exemplo, a reformar-se quando apenas trabalhou meia dúzia de anos quando já se fala que a maioria vai ter de trabalhar até aos 70.
    Resumindo e concluindo, quanto mais excepções houverem, mais probabilidades de haver injustiças e desigualdades sociais.
    Mas isto sou eu a falar, livremente, por não ter carimbo partidário e não ter de obedecer aos chefes quando abro a boca, para não perder o tacho lol lol

    Bjos

    ResponderEliminar
  22. Sabes que não tinha pensando nisso assim dessa forma? Sim realmente quando estamos mais confortáveis do que a maioria tendemos a deixar-nos estar quietos e não pensamos nos que estão pior, mas lembramo-nos dos que têm mais direitos do que nós por alguma regra de excepção ( ou excepção à regra, como quiseres :) ). Acho que podes ter razão no que dizes, mas ainda vou meditar sobre esse assunto ;)

    ResponderEliminar
  23. Lou Alma

    Eu estou sempre pronta a ouvir alguém que até me diga que estou enganada mas, geralmente, com factos e provas dos resultados.
    Depois tenho, o peso de meio século em cima das costas, a experiência (à força, não me posso recusar a fazer anos lol) vai-me ensinando que muita coisa não pode ser vista pela rama, coisa que Todos os Partidos políticos têm a mania de nos mostrar ;)

    Bjos

    ResponderEliminar
  24. Isa:Agarrando na sua ultima frase...

    Nós podemos ser pobres e remediados , mas parvos não?! Tenho duvidas Isa.
    Vou referir apenas uma situação que se passou comigo recentemente no meu âmbito profissional! Como já deve ter percebido , não gosto de entrar em grandes pormenores,mas este caso jamais será identificado.
    Um dia, enquanto falava com uma familia (utentes) da Instituição que represento, onde o tema era desemprego, pobreza e essencialmente falta de recursos economicos,eram beneficiarios de RSI todos, constatamos que havia um grave problema relacionado com a saúde oral de uma menor! etc, etc, etc
    quando referi que poderia pedir no Centro de Saude local um "cheque dentista", sabe o que obtive de resposta? "o quê? Passar lá uma manha inteira? Nem pensar!"
    Podia referir N exemplos , para lhe poder explicar que as medidas (no meu ponto de vista) só serão ezequiveis quando nós (o povo) entendermos para que servem e como delas usufruir!
    Sempre fui apologista que devemos ter tudo, mas saber valorizar "grão a grão" de forma a que tenhamos noção do que um dia poderemos deixar de ter:)
    Se fosse uma familia cigana, sabe o que me respondia? "posso trazer dois?"

    Ainda reclamam?!



    este comentario está absolutamnete "isentópartidario"!

    ps: a sua filha está bem?:)

    bjs

    ResponderEliminar
  25. Isa,
    Proponho-lhe que passe a usar um sub-titulo para o seu blogue...
    deixe ver...
    TITULO
    DOCE OU TRAVESSURA?
    Sub-título:
    (também tenho "gritos de alma")

    Fica bem! Dá um ar de menu completo, à vontade do freguês...

    Tudo isto porque o seu post é um excelente "grito de alma", servido frio...

    Só uma precisão: quando diz, no final,"mas ainda não somos todos Parvos", fique sabendo que parvos, parvos somos cerca de 39,2% e aproximadamente parvos cerca de 34% (sondagem de hoje/ontem)

    Abração

    ResponderEliminar
  26. Olá ISA!

    Este é o assunto que certamente mais deveria preocupar os Portugueses já que é de todos o mais delicado, e que a todos toca.
    O que esse coelho manhoso está a (tentar)fazer é um enorme crime dirigido ao cidadão comum, um favor aos grupos económicos que tem na saúde um negócio, que pelo facto de o ser, tem sempre que dar lucro.
    E o facto de alguns Portuguesinhos estarem aparentemente dispostos a engulir o isco é que é mais preoupante; a maioria de nós não terá dinheiro para sustentat um seguro de saúde,que pode acabar a qualquer momento, desde que a compnhia de seguros o queira: quando o cliente começa a dar prejuízo.
    E, como a Isa diz, se do serviço nacinal de saúde for desviado dinheiro, este fica mais pobre, uma espécie de hospital misericordia, como no tempo do Salazar: assitência aos pobres mediante apresentção de atestado de pobreza.
    E depois do debate ocorrido sobre o "seviço de saúde" dos Estados Unidos", esperemos que toda a gente perceba como funciona um seguro de saude, e o que significa recorrer a um Hospital e ter que pagar a conta com o dinheiro que não se tem, ou ficar à porta.
    Para acabar, uma história que ilustra o modo como funciona o serviço de saude nos USA:
    Um sujeito, com uma faca espetada nas costas, chega às urgências. Na recepção; "o senhor tem seguro de saude"?
    Resposta: "não". Então não o podemos atender!

    Olhe ISA!esperemos que este coelho leve uma chumbada, senão quem vai ficar chumbados somo nós!!!

    Beijinhos, fez muito bem trazer aqui este tema.
    Vitor

    ResponderEliminar
  27. Rogério Pereira

    Não esquecer que 5,2% luta, desesperadamente... para que não lhe enfiem o barrete, especialmente agora... com tanto calor :D

    Bjos

    ResponderEliminar
  28. Vitor Chuva

    Depois de ter ouvido tanto disparate na TV sobre este assunto, como solução miraculosa, só espero ter contribuido para que algumas pessoas caiam na real e aos que concordam comigo por saberem, como na realidade, seria ficar sem o SNS, espero que façam o mesmo que eu, passar a mensagem... não aos espertalhões que o vão defender por interesses obscuros, mas a pessoas que ingenuamente possam cair nesta ratoeira.

    ResponderEliminar
  29. Eu só estou para ver o que o bom povo português irá fazer com o poder do seu voto...e não me parece que seja coisa inteligente.
    Assim sendo, merece tudo quanto lhe aconteça!!

    Bom dia.

    ResponderEliminar
  30. São

    Só espero que consigamos acordar alguns dos que estão, simplesmente, hipnotizados e cometam o erro terrível de dar um tiro na cabeça porque este será fatal, pior é impossível.

    Bjos

    ResponderEliminar
  31. Esses 399 políticos deviam receber a reforma na idade devida e de acordo com o tempo e descontos feitos!
    Já ficava mais algum nos cofres do Estado que bem precisa dele...nem que fosse para melhorar o SNS!

    Abraço

    ResponderEliminar
  32. Raquel
    Tens razão em muita coisa e eu tenho receio que muita gente nem saiba o Bem que tem, aqui entra aquilo que, também, nunca me canso de falar... a Educação que devia ensinar verdadeiros conhecimentos, a respeitar, a pensar e neste momento, os programas têm défice de muita coisa e, se não forem os pais em casa, os miudos ficam com ideias totalmente erradas do que é viver em sociedade, de que a vida é só receber e nem sabem que é preciso retribuir, pensam que as coisas caiem do céu, não sabem que quando estragam, estão a estragar o que é delas, e que se não aprenderem... ninguém se vai preocupar que ao crescerem eles tenham uma porcaria de vida e há até quem fique muito satisfeito por isso, para poderem fazer deles escravos sem cérebro, e já agora, são precisos uns programas que ensinem a ler e não juntar sílabas e a fazer contas, não desenhos de cerejas e amêndoas ;)
    Bjos

    ResponderEliminar
  33. Raquel
    Faltou acrescentar que agora e felizmente, a minha filha está óptima, obrigada :t

    Bjos

    ResponderEliminar
  34. Rosa dos Ventos

    Isso foi um dos meus exemplos, daquilo que eles poderiam começar a rever e, infelizmente, há tantas outras coisas onde não querem mexer :(

    Bjos

    ResponderEliminar
  35. Então nos Estadis Unidos, assim como em Inglaterra, ou tens seguro ou tens dinheirinho, senão bates as botas á porta do hospital.... chiça, mais uma vez digo, o tugga reclama de barriga cheia.

    ResponderEliminar
  36. madeinportugal560
    O sistema inglês também deve ter apoio estatal, mas aí não te sei explicar, apesar de saber que já alguém me disse que foi atendido e não pagou nada. Mas sem apoio estatal e sem todos a colaborar para o pagar, sei bem demais, o que pode acontecer, assim, o sistema liberal do PSD já é velho e dá muito mau resultado para quem não nade em dinheiro e adoeça.

    ResponderEliminar